Fotos

Photographer's Note

AS MIL E UMA NOITES DA PRAÇA JEMAA EL FNA.

À hora de jantar, as ruas de Marraquexe estão apinhadas de pessoas, na sua maioria, turistas, que respondem ao apelo do exotismo da cidade, dos seus hóteis luxuriantes e da sua história ímpar. Todos os caminhos vão dar à monumental praça Jemaa el Fna, a maior de África. O nome significa “Assembleia dos Mortos” porque era aqui que se executavam os criminosos. Mas, hoje, a grande praça de Marraquexe fervilha de vida. Uma constelação de luzes brancas assinala as tendas de comida, repleta de clientes locais e estrangeiros,famintos da exótica gastronomia local,onde tudo se pode encontrar e degustar.
A praça Jemaa el Fna,é um enorme espaço rectangular, tosco, rodeado de cafés com terraços panorâmicos e de pequenos hotéis. O ponto mais alto em seu redor é o minarete da mesquita Koutoubia, imponente nos seus setenta metros, que testemunha a acção na praça há mais de oito séculos. Diz a lenda que, como a torre tinha vista para um hárem, só muezzins cegos podiam lá subir.
Cá em baixo, há um hárem de loucura. Símios cansados fazem macaquices para os turistas, videntes às quais só se vêm os olhos lêem na mão sinas de viajantes, aguadeiros vestidos de forma exuberante oferecem-se para tirar foto de souvenir, jovens berberes tentam enfeitiçar com uma flauta uma serpente idosa que lhes faz ouvidos moucos, pugilistas de ocasião oferecem-se para enfrentar qualquer adversário. É frequente ver um turista ser puxado por um braço por um cozinheiro de bata branca e pelo outro por um música de rua, ambos querendo para si o cliente e o seu dinheiro.
A praça é uma mistura entre feira popular, jardim zoológico e circo, em que tudo é permitido, ninguém fica à porta, cabe o Mundo inteiro. Depois da meia-noite, dá-se a debandada. Os macacos entram nas jaulas, os pugilistas arrumam as luvas, apaga-se a constelação de luzes brancas, os aguadeiros mudam de roupa. Ficam as videntes, sentadas sobre a sombra, como que a guardar a praça. Em menos de uma hora, desmonta-se a tenda e o circo desaparece,jemaa el Fna fica escura e nua. Por umas horas já que, pelo fresco da manhã, a praça volta a reinventar-se e a abrir as portas para receber o Mundo inteiro.

http://www.youtube.com/watch?v=hgtcqkQ62dg

Nobody marcou esta nota como útil

Photo Information
Viewed: 4624
Points: 10
Discussions
  • None
Additional Photos by Joao Correia (sogal) Silver Note Writer [C: 2 W: 0 N: 1275] (1870)
View More Pictures
explore TREKEARTH